Conecte-se Conosco

Notícias

Veja dicas de como economizar nas compras de final de ano

Depositphotoss

Com as festas de final do ano se aproximando, muitos se preparam para a tradicional troca de presentes entre familiares, amigos e colegas de trabalho, o que ocasiona em despesas extras neste período. Segundo Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (Peic), houve uma alta no número de dívidas pela primeira vez em oito meses. Além disso, a fatia total dos que se declararam endividados subiu para 75,6% em novembro, ante 74,6% em outubro.

Apesar do cenário, economizar não é sinônimo de não curtir a temporada das confraternizações de final de ano e trocar presentes. Segundo o professor Marcello Marin, do curso de Ciências Contábeis e Administração da Universidade Cruzeiro do Sul, com um bom planejamento financeiro antes das compras dá para presentear os amigos e familiares, sem estourar o orçamento mensal e apertar os gastos já estabelecidos para o início do ano, como IPTU, IPVA, rematrículas e materiais escolares.

Para ajudar as pessoas neste período de dezembro, o especialista listou 5 dicas para aproveitar promoções e não exagerar nas compras de final de ano. Confira:

  • Evite compras por impulso: as compras por impulso são um problema em qualquer momento. Antes de comprar um presente, faça uma lista com os nomes de quem vai presentear e o quanto pretende gastar. Além disso, opte por produtos úteis para qualquer época do ano;
  • Faça um amigo secreto: é uma opção divertida e que todos compram apenas um presente;
  • Busque os melhores preços: é importante acompanhar com antecedência o valor daquele produto de desejo, pois assim conseguirá achar o melhor momento de compra. Vale também verificar o preço em sites e aplicativos que monitoram esses valores;
  • Não deixe para última hora: compre os presentes ao longo do ano, pois dessa maneira não pesará no orçamento e o consumidor poderá aproveitar as promoções do comércio, como na Black Friday;
  • Antes de comprar, organize suas despesas fixas para janeiro: temos as festas que fazem com que o orçamento seja espremido, e na sequência, já temos todas as despesas de começo de ano, como por exemplo IPTU, IPVA e os materiais escolares. A melhor alternativa é fazer um acompanhamento mensal das despesas financeiras, e o mais importante, fazer um planejamento, pois dessa forma o consumidor saberá quanto ele ganha e quanto pode gastar.

Por fim, o professor destaca ainda que planejar compras e finanças pessoais faz com que os indivíduos organizem necessidades e vontades e não façam gastos desnecessários, principalmente neste período de festas e viagens que as pessoas utilizam o 13º e férias e acabam gastando sem pensar nas contas para o início do ano.

Os Mais Acessados

WhatsApp chat