Conecte-se Conosco

Notícias

Sant’Ana: uma festa pelo reencontro, fé e devoção do povo seridoense

image processing uomvd

Aos poucos a Romaria vai chegando em Caicó. É a população que mora no Seridó (sertão do Rio Grande do Norte e região central do estado), que se organiza em carros, motos, carroças, bois, cavalos, e até em grupos a pé, para ir ao município e celebrar uma das mais importantes festas religiosas e culturais do RN.

A santa padroeira da região, que além de Caicó também engloba os municípios de Currais Novos e Santana do Seridó, é a responsável por unir famílias e amigos, grupos e devotos, de diferentes gerações.

Durante os festejos, o sino da catedral toca para avisar os fiéis sobre o início da celebração. Todo mundo muito bem vestido, pois é uma honra para cada um ali estar presente a devoção de Sant’Ana. É algo que foge a vaidade, e se aproxima ao respeito pela imagem da padroeira.

Nas celebrações religiosas, todos param para prestigiar as orações e escutar os ensinamentos do evangelho. Até mesmo os ambulantes aos arredores da Praça de Sant’Ana, que também se organizam para receber as hóstias entregues em mãos pelos sacerdotes que saem da igreja rodeados pelo cheiro de incenso.

O hino de Sant’Ana de Caicó: “vossos filhos desta terra vos suplicam que sejais o se refúgio na guerra e sua alegria na paz” é a prece e do seridoense para sanar os problemas do sertão. Uma canção que representa a resistência através da fé e devoção.

Anúncio
Anúncio

Os Mais Acessados

WhatsApp chat