Conecte-se Conosco

Notícias

Cultura e Lendas: A prece do vaqueiro e o poço de Sant’Ana

PEDRINHO

O Poço de Sant’Ana é “alimentado” por lendas contadas pelo povo de Caicó, lendas de sereia, vaqueiro, serpente e touro, onde poesias e cânticos já foram criados para contar histórias deste local. Uma das interpretações dá conta de que no sertão seridoense possivelmente existiu a tribo dos Caiacós que, mesmo derrotada nas Guerras dos Bárbaros, julgava-se invencível pelo amparo de Tupã, espírito encarnado em um touro bravo, que habitava um mofumbal que se espalhava sobre o local onde hoje é a cidade. Um vaqueiro que se embrenhara no mofumbal depara-se com o bravo touro tapuia. Vendo-se em perigo, o vaqueiro recorreu a Sant’Ana prometendo-lhe erigir uma capela se ela o salvasse do animal possesso. Atendido o pedido, o vaqueiro iniciou a construção do templo. Era um ano de grande seca, e a única forma de abastecimento de água era um poço às margens do Rio Seridó. Diante da escassez de água, o vaqueiro fez nova promessa a Sant’Ana para que o poço não secasse. Daí em diante, o local passou a ser conhecido como Poço de Sant’Ana.

Os Mais Acessados

WhatsApp chat